s
Crédito: Reproduçnao/NBC

HEALTHTECH

Bayer compra empresa de terapia de genes

A ideia é que a AskBio funcione como uma unidade independente, quase como o braço das operações da Bayer no campo da terapia genética

Por Redação The Shift 26/10/2020

Sem tempo para desenvolver sua própria solução de terapia de genes? O jeito é sair às compras, como fez a Bayer ao anunciar nesta segunda-feira (26/10) a compra da empresa de biotecnologia AskBio. O negócio, estimado em até US$ 4 bilhões, é a aposta da gigante alemã para se estabelecer como um player no campo de terapia de genes e células.

A Bayer já havia avançado nessa área de primeiro com a parceria e depois subsequente compra da BlueRock Therapeutics, que lhe permitiu acesso à tecnologia para terapia de células. A ideia é que a AskBio funcione como uma unidade independente, mas com total apoio da nave-mãe. A Bayer, por sua vez, deve tratar a AskBio como um braço de suas operações.

Formada em 2001 por um dos pioneiros nesse campo, o pesquisador Jude Samulski da Universidade da Carolina do Norte, a Asklepios Biopharmaceuticals vem desenvolvendo terapias genéticas avançadas, como a inserção de um gene funcional no corpo humano para combater uma doença causada por um gene ausente ou defeituoso.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

A vez das healthtechs

Entrevista

A vez das healthtechs

A saúde móvel ganhou maior visibilidade com a crise do Covid-19 e será dominante em alguns anos, aposta Michel Glezer, diretor da Qualcomm Ventures

Por Cristina De Luca
IA: em busca das memórias perdidas

Inteligência Artificial

IA: em busca das memórias perdidas

Um estudo realizado por pesquisadores do MIT coloca os pesquisadores mais perto de descobrir como recuperar a memória em pacientes com doenças degenerativas

Por Redação The Shift
Remédios mais rápidos e de baixo custo: deixe com a IA

Inteligência Artificial

Remédios mais rápidos e de baixo custo: deixe com a IA

Além de inventar novos medicamentos, a IA está sendo usada para identificar novos alvos – isto é, o local ao qual uma droga se liga no corpo e outra parte importante do processo de descoberta de tratamentos

Por Redação The Shift