s
Crédito: Gerd Altmann/Pixabay

INOVAÇÃO

As perguntas são tão importantes quanto as respostas

Há um mérito em fazer perguntas ingênuas e até aquelas aparentemente "sem nexo", que podem ajudar a encontrar a chave certa para a porta certa

Por Redação The Shift 30/09/2020

Quando se trata de ser inovador e com visão de futuro, ser capaz de fazer as perguntas certas é uma habilidade valiosa. "Muitas vezes, a pergunta idiota que está ali, que ninguém parece estar fazendo, é a pergunta mais inteligente que você pode fazer", diz o investidor Tim Ferriss. Nesse vídeo, ele, a geobióloga Hope Jahren, o jornalista Warren Berger e o filósofo experimental Jonathon Keats discutem o poder da criatividade e o mérito de fazer perguntas ingênuas e até aquelas aparentemente "sem nexo" para encontrar a chave certa para a porta certa.

Máquinas são completamente capazes de armazenar, processar e extrair dados, mas a chave para garantir a eficácia está na frente dos monitores, nas equipes de programação apaixonadas pelos problemas que precisam resolver, capazes de entender o contexto e formular as perguntas certas.

Quanto mais imersos e interessados estivermos pelo problema que queremos resolver, mais perguntas irão surgir naturalmente.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias

Computação Neuromórfica, IA Emocional e o futuro

Inteligência Artificial

Computação Neuromórfica, IA Emocional e o futuro

A expectativa da indústria é a de que a Computação Neuromórfica ande mais rápido que a Computação Quântica em relação à disponibilidade de produtos de baixo custo

Por Redação The Shift
IA pode ajudar a resolver problemas de privacidade

Inteligência Artificial

IA pode ajudar a resolver problemas de privacidade

As técnicas para detectar ataques de hackers dependem de padrões. Esse é o tipo de coisa em que a IA se destaca: estudar informações para reconhecer padrões em novos dados

Por Zhiyuan Chen e Aryya Gangopadhyay, The Conversation
IA ubíqua vem aí

Inteligência Artificial

IA ubíqua vem aí

Os governos desenvolveram estratégias nacionais para a IA e estão fazendo investimentos substanciais em pesquisa e educação

Por Redação The Shift